Vereador de Novo Gama, apontado por ajudar em fuga de detento, segue foragido

Investigação aponta que Christovam Machado participava de organização que trabalhava em troca de dinheiro

Foto: reprodução

A Polícia Civil goiana segue buscando cumprir o mandado de prisão preventiva em desfavor do vereador da cidade de Novo Gama, Christovam Machado (SD). O parlamentar é acusado de participar de organização que facilitava a fuga de presos da cidade em troca de dinheiro.

As investigações teriam se iniciado após a fuga de um detento no dia 6 de agosto deste ano. Rodolfo de Lima Pereira fugiu pela porta da frente do Casa de Prisão Provisória (CPP). Com o avanço das investigações, o vereador Christovam e um ex-diretor regional tiveram a prisão decretada na terça-feira, 24.

A Operação batizada de “Redenção” prendeu um agente da prefeitura e um funcionário que trabalhava na CPP. O vereador atuava como vigilante temporário no local. Segundo o delegado Rafael Abrão, responsável pela operação, já há elementos concretos para a prisão.

O Jornal Opção tentou contato com o gabinete do vereador Christovam, mas a reportagem foi informada que não teria responsável que pudesse falar sobre o assunto.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.