Vereador de Goiânia apresenta moção de apoio ao juiz Sérgio Moro

Dr. Gian Said (PSDB) pediu assinaturas de outros parlamentares em plenário e causou polêmica ao declarar apoio ao juiz responsável pela Lava Jato

Vereador Dr. Gian | Foto: Alberto Maia

Vereador Dr. Gian | Foto: Alberto Maia

O plenário da Câmara Municipal de Goiânia foi palco na manhã desta quarta-feira (23/3) de uma discussão polêmica que tem polarizado debates em todas as esferas da sociedade.

O vereador Dr. Gian (PSDB) apresentou uma moção de apoio a juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato da Polícia Federal e pediu o apoio dos colegas de Casa para que assinassem o documento.

O presidente da Câmara, vereador Anselmo Pereira (PSDB), foi o primeiro a apoiar a moção proposta e disparou: “Nunca surgiu um homem neste País com a coragem do juiz Sérgio Moro”.

Ele solicitou, ainda, que toda a bancada do PSDB apoie a iniciativa de Dr. Gian.

Já o vereador Paulo Magalhães (Solidariedade) se posicionou contra a iniciativa e criticou a divulgação dos áudios de escutas telefônicas parte das investigações da Lava Jato.

“Não vou fazer média apenas porque o povo está a favor no Moro. Temos uma situação em que claramente existe dois pesos e duas medidas e esse juiz está orquestrado para defender apenas um lado”, rebateu.

O vereador Elias Vaz (PSB) preferiu não tomar partido, mas analisou que é preciso repensar os rumos do País. “Temos um claro esgotamento do ciclo de PT e PSDB no poder”, ponderou.

Sobre a condução de Sergio Moro à frente da Lava Jato, o vereador comentou: “mesmo levando em consideração as atitudes polêmicas tomadas pelo juiz, é preciso reconhecer que pela primeira vez neste País, gente poderosa, empreiteiros e empresários, estão indo para a cadeia. Isso é uma novidade inquestionável”.

O autor da proposta quer que a moção de apoio seja entregue ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba (PR).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.