Vendedor de queijos é preso suspeito de abusar de uma criança enquanto trabalhava

De acordo com as investigações, o homem vinha do interior e entregava o produto numa casa onde a criança era deixada com uma cuidadora

A Polícia Civil prendeu nesse domingo (28/12) um vendedor de queijo acusado de abusar sexualmente de uma criança de apenas 4 anos. Segundo a delegada Simelle Lemes, da Delegacia Estadual de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), os abusos estariam ocorrendo desde o começo do ano — ou seja, todas as vezes que o suspeito ia até a residência onde a criança se encontrava para vender o produto.

De acordo com as investigações, ele vinha do interior e entregava queijo numa casa onde a criança era deixada com uma cuidadora. Em julho, a babá teria flagrado o homem em atitude suspeita com a criança e comunicou à mãe, que procurou as autoridades policiais.

“É muito difícil para uma criança contar como os abusos ocorriam, principalmente porque ela demonstra medo do suspeito. Entretanto, sabemos que enquanto a babá se distraia com algum afazer o homem cometia o crime”, contou Simelle Lemes ao Jornal Opção Online.

No momento da prisão, Reinaldo Severino de Carvalho, de 55 anos, que reside no município de Bonfinópolis, trabalhava em uma feira no Setor Pedro Ludovico, em Goiânia.  O pedido da prisão temporária do suspeito foi concedido no dia 27 de novembro e a prisão ocorreu um mês depois.

A delegada Simelle Lemes informou que já solicitou um relatório psicológico da menina. “Só a partir desta análise teremos maiores detalhes sobre como e com qual frequência os crimes ocorreram”, disse.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.