Vencedora do concurso ‘vagina mais bonita’ quer aumentar número de seguidoras em rede social

Maitê Sasdelli, de 24 anos, é criadora de conteúdo erótico em plataforma. Busca por público feminino é para reforçar que pornografia não quer roubar marido de ninguém

Maitê Sasdelli foi eleita a vagina mais bonita. | Foto: reprodução Instagram

Maitê Sasdelli ganhou, no último domingo (28), o concurso de vagina mais bonita do país. A disputa inusitada rendeu R$5 mil reais para a sul-mato-grossense de 24 anos. Ao todo, 15 candidatas participaram da disputa organizada pela influencer Ana Otani.

A vencedora do concurso, formada em biomedicina, é criadora de conteúdo erótico na plataforma OnlyFans. Nesta semana, ganhou 100 seguidores por conta do concurso. Dona de duas contas no Instagram, cada uma com 27,5 mil seguidores, a intenção é aumentar o público feminino nas redes sociais.

O motivo para o público-alvo é mostrar que “a pornografia não quer roubar marido de ninguém”, declarou Maitê ao portal Metrópoles. Além disso, a vencedora do concurso ressalta que é feminista e quer influenciar positivamente outras mulheres.

Críticas

Em contrapartida à visão da vencedora do concurso, críticas surgiram com relação à disputa. A primeira foi por atribuir um padrão de beleza até mesmo ao órgão feminino. A competição foi apontada como machista e racista.

Outra, foi com base na nomenclatura, ao passo que “vagina” é apenas o canal interno do órgão sexual. A parte avaliada seria a “vulva”.

Além disso, segundo a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, houve aumento de 30% nas ninfoplastias entre 2016 e 2019 por motivação estética. O Brasil é o país do mundo que mais executa este tipo de procedimento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.