Veja vereadores que foram contra o pagamento retroativo da data-base

Além dos 12 parlamentares que votaram a favor do veto, houve uma abstenção, duas ausências e três não votaram

Foto: Mayara Carvalho

A Câmara Municipal de Goiânia aprovou, na manhã desta terça-feira (13/11), veto a projeto que garantia pagamento retroativo da data-base aos servidores municipais. Com votação apertada, vereadores foram favoráveis à decisão enviada à Casa pelo prefeito Íris Rezende (MDB).

Confira quais foram os parlamentares que foram a favor do veto e contra o pagamento retroativo do direito do servidor:

Anselmo Pereira (PSDB)

Carlin Café (PPS)

Clécio Alves (MDB)

Emilson Pereira (PODE)

Gustavo Cruvinel (PV)

Izídio Alves (PR)

Juarez Lopes (PRTB)

Kleybe Moraes (DC)

Paulo Magalhães (PSD)

Tiãozinho do Porto (PROS)

Wellington Peixoto (MDB)

Zander (Patriota)

Além deles, o vereador Romário Policarpo (PROS) se absteve. Priscila Tejota (PSD) e Rogério Cruz (PRB) estavam ausentes. Outros três vereadores não votaram a matéria: Doutor Paulo Daher (DEM), Oséias Varão (PSB) e Sargento Novandir (PODE).

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.