Veja quem são os pesquisadores da UFG envolvidos em grupo de combate à pandemia

Grupo de Modelagem da Expansão da Covid-19 em Goiás trabalha com estimativas de avanço da pandemia no Estado e contribui para as ações de contenção do vírus

Foto: Reprodução

Desde os primeiros casos de Covid-19 no Brasil, a Universidade Federal de Goiás (UFG) começou a mobilizar trabalhos para contribuir no combate da doença. Pesquisadores de diversas formações, áreas, laboratórios e grupos de pesquisa se uniram para o enfrentamento à Covid-19.

O Jornal UFG destacou que uma equipe vem ganhando notoriedade: o Grupo de Modelagem da Expansão da Covid-19 em Goiás, que trabalha com as estimativas de avanço da pandemia no Estado e contribui para as ações de contenção do vírus.

O Grupo de Modelagem é composto pela pesquisadora, médica e epidemiologista, Cristiana Toscano, e pelos pesquisadores e biólogos Thiago Rangel e José Alexandre Felizola Diniz. Todos pesquisadores reconhecidos pelas instituições de pesquisa e Ciência como a Organização Mundial de Saúde, CNPq, Capes e a Academia Brasileira de Ciências.

Recentemente a professora do Instituto de Patologia Tropical e Saúde Pública, Cristiana Toscano, foi indicada para compor o Grupo Estratégico Internacional de Experts em Vacinas e Vacinação (SAGE – Strategic Advisory Group of Experts for vaccines and vaccination) da Organização Mundial da Saúde (OMS) em seu Grupo de Trabalho de Vacinas para COVID-19. Toscano é a única brasileira que irá compor este grupo restrito de especialistas mundiais.

Veja currículo dos pesquisadores do Grupo de Modelagem da Expansão da Covid-19 em Goiás:

Cristiana Maria Toscano – A professora, médica e infectologista Cristiana Maria Toscano possui graduação em Medicina pela Universidade de São Paulo, mestrado em Doenças Infecciosas e Parasitárias pela Universidade de São Paulo, doutorado em Epidemiologia pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), e pós-doutorado em Avaliação de Tecnologias em Saúde pela UFRGS. Especialista em epidemiologia de campo pelo programa Epidemic Intelligence Service (EIS) do Centers for Disease Control and Prevention (CDC) de Atlanta, EUA e especialista em economia da saúde pela Universidade de York do Reino Unido. Tem experiência na área de Saúde Coletiva, com ênfase em Epidemiologia e Avaliação de Tecnologias em Saúde, atuando principalmente nos seguintes temas: avaliação de impacto de tecnologias, análise econômica, vigilância em saúde, imunizações e infecção hospitalar. Tem participado como membro de outros estudos da Organização Pan-americana de Saúde / Organização Mundial da Saúde (PAHO/WHO) sobre doenças evitáveis por vacinas. A professora é chefe do departamento de Saúde Coletiva do IPTSP-UFG.

José Alexandre Felizola Diniz Filho – O professor possui graduação em Ciências Biológicas Bacharelado pela Universidade Federal de Sergipe (1989), mestrado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1992) e doutorado em Ciências Biológicas (Zoologia) pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1994). Desde 1994 é professor da Universidade Federal de Goiás (professor titular desde 1996) e entre 2014 e 2016 foi Pró-Reitor de Pós-Graduação desta universidade. Foi membro de diversos comitês da CAPES e coordenador adjunto da área de Ecologia & Meio Ambiente entre 2009 e 2011. É bolsista de produtividade em pesquisa nivel 1A do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico e desde 2005 é membro da Linnean Society, London (FLS). Em 2014 passou a ser membro da Academia Brasileira de Ciências e em 2018 recebeu a Comenda da Ordem Nacional do Mérito Cientifico, da Presidência da República. Tem experiência nas áreas de Macroecologia, Genética e Ecologia Geográfica e Métodos Filogenéticos Comparativos. Foi editor associado de vários periódicos, incluindo um dos editores principais do periódico “Global Ecology & Biogeography” (Blackwell Inc.) e editor-chefe da “Natureza & Conservação”, da ABECO, entre 2010 e 2012. É atualmente membro do corpo editorial da “Ecography”, “Plant Ecology and Diversity” e “Perspectives in Ecology and Environment”. Atualmente coordena o Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução, único nota 7 em Goiás.

Thiago Fernando Lopes Valle de Britto Rangel – possui graduação em Ciências Biológicas – Bacharelado Em Biologia pela Universidade Federal de Goiás (2003), mestrado em Ecologia e Evolução pela Universidade Federal de Goiás (2005), sob orientação do professor José Alexandre Felizola Diniz-Filho, e doutorado em Ecology and Evolutionary Biology pela Universidade de Connecticut (EUA, 2010), sob orientação do professor Robert K. Colwell. Atualmente é Professor Titular-Livre no Departamento de Ecologia (Instituto de Ciências Biológicas – ICB) da Universidade Federal de Goiás. Tem experiência nas áreas de Biologia, Ecologia, Estatística e Computação, com ênfase em Macroecologia, Ecologia Geográfica e Biogeografia, atuando principalmente nos seguintes temas: biodiversidade, padrões espaciais em riqueza de espécies, modelagem de distribuição de espécies, estatística espacial, métodos estatísticos computacionais e simulações computacionais. É vice-coordenador do Programa de Pós-graduação em Ecologia e Evolução, único nota 7 em Goiás.

*Com informações do Jornal UFG

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.