Veja Fotos: Manifestação contra o governo Dilma e corrupção movimenta o centro de São Paulo

De acordo com informações da Polícia Militar de São Paulo,  800 pessoas participaram do protesto

Este slideshow necessita de JavaScript.

A manifestação organizada por movimentos contrários ao governo Dilma Rousseff (PT) bloqueou, neste sábado (6), o sentido Rua da Consolação da Avenida Paulista, em São Paulo. De acordo com a Polícia Militar, 800 pessoas participaram do protesto. O ato teve início após concentração no Museu de Arte de São Paulo (Masp), às 15h. Logo em seguida, os manifestantes seguiram em caminhada até a Praça Roosevelt, no centro da cidade.

Na última sexta-feira (5), o senador Aécio Neves (PSDB), derrotado na disputa presidencial pela candidata petista, divulgou nas redes sociais um vídeo em que convocando seus apoiadores a participarem do protesto.

Segundo o tucano, mobilizações como esta mostram “a capacidade de nos indignarmos com tudo que aconteceu e com tudo que vem acontecendo no Brasil. Vamos, portanto, pacificamente, respeitando os limites da democracia.”

Durante a manifestação, Rogério Chequer, organizador do Vem pra Rua, afirmou que o ato é contra a corrupção e a falta de ética dos políticos. “Somos contrários às ações do governo Dilma, que estão ligadas à corrupção, ao aparelhamento do Estado, à interferência entre os Poderes”, disse.

Chequer destacou ainda que não apoia manifestações radicais, como as que pedem intervenção militar — entretanto, durante o ato, alguns manifestantes pediam a volta do Regime Militar. “Somos totalmente contrários à intervenção militar, mas respeitamos outras manifestações. Nós defendemos a apuração total de irregularidades, punição dos condenados e um governo que tenha maior eficiência fiscal e administrativa, que não desperdiça o dinheiro do povo”.

 

2 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

ironei

só se pagar…….

B

não confunda: quem paga para ir em manifestação é petralha