Veja 10 tristes e memoráveis abraços do cinema

Quem nunca chorou vendo um filme? Na sala de cinema, com um pessoal do lado, pode até tentar segurar, mas pelo menos uma gotinha insiste em descer. Então você limpa, disfarçadamente, no cantinho da manga da camiseta. Ou aproveita o escuro e deixa escorrer.

Nesta sexta-feira (22/5), Dia do Abraço, o Jornal Opção Online separou 10 tristes (e memoráveis) abraços que já vimos nas telonas. É claro que abraços assim no cinema são infinitos, mas vejamos os escolhidos a seguir:

[ATENÇÃO: o conteúdo possui alguns spoilers]

O Poderoso Chefão – Parte II

Em um abraço um tanto aterrorizante, Don Michael Corleone fala para o irmão Fredo que sabe de sua traição. “Você quebrou o meu coração, Fredo.”

The movie "The Godfather: Part II", directed by Francis Ford Coppola, based on the novel 'The Godfather' by Mario Puzo.  Seen here from left, John Cazale (back to camera) as Fredo Corleone and Al Pacino as Don Michael Corleone.  Initial theatrical wide release December 20, 1974.  Screen capture. © 1974 Paramount Pictures and The Coppola Company. Credit: © 1974 Paramount Pictures / Flickr / Courtesy Pikturz.  Image intended only for use to help promote the film, in an editorial, non-commercial context.

O Segredo de Brokeback Mountain

Em uma das cenas do lindo romance, Ennie Del Mar (Heath Ledger) abraça uma camisa do ex-parceiro Jack Twist (interpretado por Jake Gyllenhaal), que está morto.

brokeback montain

E.T. – O Extraterrestre

A famosa cena final do filme de Steven Spielberg mostra o garotinho despedindo-se do seu amigo de outro planeta.

Immagini

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte II

Cena quase no final do último filme da série “Harry Potter”, Hermione Granger abraça seu melhor amigo, Harry Potter, sabendo que ele deve morrer para que o vilão Lord Voldemort possa ser morto. Momento de quebrar o coração, principalmente para os fãs.

Harry_and_Hermione_hug

Edward, mãos de tesoura

Em uma cena nos últimos 10 minutos de filme dirigido por Tim Burton, Kim (Winona Ryder) pede para ser abraçada por Edward (Johnny Depp), que responde: “Eu não posso.” A mocinha, ainda assim, insiste em abraçar seu amado.

edward

Eu Sou a Lenda

No filme em que os únicos personagens que não foram contaminados por um vírus maligno (outros dois personagens, entre eles a brasileira Alice Braga, aparecem no final) são um homem e um cachorro, espera-se que ambos permaneçam vivos. Nesta cena, depois de cantar “Three Little Birds”, de Bob Marley, Robert (Will Smith) é obrigado a matar sua cadela, Sam, que foi mordida por um cachorro zumbi enquanto tentava defendê-lo. De arrancar lágrimas até de gente com coração de pedra.

i am legend ok

Monstros S.A.

Depois de correr para achar a porta do quarto de Bu e devolvê-la para seu planeta, o monstro Sulley se despede com tristeza da sua amiga humana.

bu e monstro

Interestelar

No filme que mostra uma relação de amor tão infinita entre pai e filha, é triste olhar para trás e lembrar do último abraço que Murphy (Mackenzie Foy) e seu pai Cooper (Matthew McConaughey) tiveram. Com raiva da partida, Murphy foi abraçada à força pela pessoa que mais amava no mundo, e que ia para o espaço salvar a humanidade.

interstellar-hug

12 anos de Escravidão

Solomon Northup (Chiwetel Ejiofor) consegue finalmente voltar para casa. Antes de deixar a fazenda que serviu por anos como escravo, mesmo sendo um homem livre, o abraço que dá em Patsey (Lupita Nyong’o, ganhadora do Oscar 2014 por melhor atriz coadjuvante) é de doer na alma.

12 years a slave

Cidade dos Anjos 

O filme pode ser até um tanto clichê, mas o abraço final…Depois de tanta correria para o anjo Seth (Nicolas Cage) e a humana Maggie (Meg Ryan) ficarem juntos, eles acabam separados novamente.

city of angels

 

Deixe um comentário