Vaza áudio em que Chimbinha admite traição e conta detalhes do caso extraconjungal

Na gravação, enquanto Joelma chora, guitarrista diz que não confidenciou infidelidade para proteger jovem de fãs perigosos

Divórcios têm sido a tônica do ano de 2015 e um término em especial vem causando polêmica nas redes sociais. Desde que anunciaram o fim do casamento, Joelma e Chimbinha, da Banda Calypso, passaram a protagonizar momentos de constrangimento público e mais um capítulo dessa novela veio a público na noite da última terça-feira (8/9).

Vazou na internet um áudio em que o guitarrista não só admite a traição, como também conta detalhes do caso extraconjugal. Mesmo sem revelar a identidade da jovem, Chimbinha assume o caso e disse que não havia contado nada, porque estava tentando proteger a jovem. “Primeiro porque a menina é evangélica. Depois porque eu sei o quanto os nossos fãs são perigosos. Ela me pediu para não contar”, explica.

O músico conta que a situação se complicou no final do último ano, quando Joelma teria flagrado uma mensagem que a moça havia enviado a Chimbinha. “Quando foi em outubro, quando você pegou aquela mensagem em outubro ou novembro, final do ano, eu briguei com ela porque ela mandou a mensagem, disse para ela um bocado de coisa, aí ela mandou outra mensagem para ti dizendo que não era tão forte assim, que estava gostando de mim”, revelou

Na gravação, ainda é possível ouvir uma mulher chorando, ao que tudo indica se tratava da própria cantora Joelma. A veracidade do áudio foi confirmada à imprensa pelo gerenciador de crises contratado por Chimbinha para lidar com o caso.

Segundo o profissional, a conversa teria ocorrido no consultório de um médico, amigo do casal, que ajudava ambos no momento de crise. O diálogo foi gravado na última sexta-feira (5), mas ainda não se sabe quem vazou o conteúdo nas redes.

Confira o áudio:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.