Variação de produtos da ceia de Natal chega a 560%, diz Procon

Foram verificados os preços de 119 itens em 12 estabelecimentos da capital

O consumidor que não pesquisar bem antes de comprar produtos para a ceia de Natal pode pagar até 550% a mais. É o que constatou uma pesquisa divulgada pelo Procon Goiás que verificou os preços de 119 itens em 12 estabelecimentos da capital.

No levantamento de preços realizados pelo Procon Goiás, ao comparar o preço médio realizado em dezembro de 2017 com os de agora, foi constatado um aumento médio anual de 3,77% nos preços das frutas frescas e de 8,29% nos preços praticados nas carnes como peru, pernil, chester, frango e lombo. No entanto, os panetones tiveram redução média de -3,49%.

Individualmente, foram encontrados produtos com aumento ou reduções expressivas. É o caso da nectarina que no ano passado custava em média R$ 5,79 o quilo e agora é encontrada por R$ 9,52. Uma variação de 64,4%.

Já a variação de preços entre um estabelecimento e outro chega a 174% nos panetones. É o caso do Panetone Visconti (frutas) de 400 gramas: o menor preço encontrado foi de R$ 10,90 e o maior – R$ 29,90, resultando em uma variação de 174,31%. Já ao analisar o valor das frutas frescas, a maior variação encontrada foi no quilo do limão: o menor preço foi de R$ 0,89 e o maior, R$ 5,95, uma oscilação de 568,54%.

O Procon orienta o consumidor a dar preferência aos dias de promoção de hortifruti já que muitas dessas variações expressivas ocorreram por alguns estabelecimentos estarem praticando preços promocionais no momento da coleta de dados para a pesquisa.

No entanto, o consumidor deve ficar restrito principalmente aos produtos que estão anunciados, pois conforme já verificado pelo Procon Goiás em outras oportunidades, muitos produtos que não estão anunciados nos dias de promoção podem estar mais caros que em dias normais e acabar pesando mais no bolso do consumidor.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.