“Vão ter que ter coragem de me tornar inelegível”, diz Lula em depoimento

Em três horas de depoimento, ex-presidente fez críticas à investigação do Ministério Público de São Paulo e à imprensa 

 Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

Foto: Paulo Pinto/Fotos Públicas

A Justiça do Paraná divulgou nesta segunda-feira (14/3) o depoimento prestado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva à Polícia Federal (PF) no último dia 4 de março. No decorrer dos questionamentos, o Lula fez uma série de críticas à imprensa e afirmou que será candidato à presidência em 2018.

“O que estão tentando fazer comigo vai fazer com que eu mude de posição, eu que estou velhinho, estava querendo descansar, vou ser candidato à Presidência em 2018 porque acho que muita gente que fez desaforo pra mim vai aguentar desaforo daqui pra frente. Vão ter que ter coragem de me tornar inelegível”.

Lula foi conduzido coercitivamente a prestar depoimento na sede da PF, no aeroporto de Congonhas, em São Paulo pela 24ª fase da Operação Lava Jato, denominada Aletheia, que apura pagamento de empreiteiras por palestras de Lula e repasse de construtoras ao Instituto Lula.

O ex-presidente nega todas as acusações e critica o modo como o depoimento tem sido tratado pela imprensa. “Acontece que no Brasil nós estamos vivendo um período, desde o mensalão, que as pessoas não têm que ser culpadas; ele não será condenado pelo julgamento apenas, ele será condenado pelas manchetes dos jornais”.

Lula criticou ainda a investigação do Ministério Público de São Paulo, que apura o caso tríplex no Guarujá, o que chamou de “sacanagem homérica”. Os promotores Cássio Conserino, José Carlos Blat e Fernando Henrique Araujo sustentam que o apartamento no Condomínio Solaris é do ex-presidente.

“Eu acho que eu estou participando do caso mais complicado da história jurídica do Brasil, porque tenho um apartamento que não é meu, eu não paguei, estou querendo receber o dinheiro que eu paguei, um procurador disse que é meu, a revista Veja diz que é meu, a Folha diz que é meu, a Polícia Federal inventa a história do triplex que foi uma sacanagem homérica, inventa história de triplex, inventa a história de uma off­shore do Panamá que veio pra cá, que tinha vendido o prédio, toda uma história pra tentar me ligar à Lava Jato”, disse Lula.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.