Vanderlan elogia Iris após reunião; prefeito teria assegurado que não participará da eleição

Candidato do PSD comentou encontro dele, do vice Wilder Morais (PSC) e do governador Ronaldo Caiado (DEM) com prefeito, que teria assegurado que não subirá em palanque

Foto: Lívia Barbosa

O pré-candidato a prefeito de Goiânia, Vanderlan Cardoso (PSD), confirmou em coletiva nesta quarta-feira, 16, o nome de Wilder Morais (PSC) como vice em sua chapa, que tem o apoio do governador Ronaldo Caiado (DEM).

O anúncio foi feito após os políticos se encontrarem com o prefeito de Goiânia, Iris Rezende (MDB) na manhã de hoje. Vale lembrar que a saída do prefeito do pleito modificou todo o cenário político na capital, tanto por seu capital político como pelo apoio de Caiado, entusiasta da campanha à reeleição do prefeito.

No encontro, Iris assegurou que não subirá em palanque até mesmo para pedir voto.

Em entrevista Vanderlan Cardoso comentou a visita feita a Iris. “Disputei três eleições com ele, nós sempre fomos amigos. Apoiei ele em 2010, no segundo turno. Em uma entrevista que ele deu, disse que ia ser um conselheiro. Então, eu convidei o governador, vamos lá antes da nossa convenção fazer uma visita ao prefeito , até mesmo em forma de agradecimento por tudo o que ele fez por Goiás e em especial a Goiânia. E dizer para ele: nesta pré-candidatura, vamos precisar também dos conselhos dele”, disse.

Questionado se o gesto indica que a campanha será de continuidade da gestão do emedebista Vanderlan garante que “o projeto é de avançar’ e ressaltou que Goiânia foi feita por muitas gestões, “um veio passando o bastão para o outro, alguns avançaram mais em algumas áreas e outros em outras” e garante que quer pegar o bastão “e avançar”. Apesar de falar em algumas divergências em projetos, o pessedista assinalou que, caso saia vitorioso, não se pode deixar de “reconhecer”o canteiro de obras implantado e o que Iris representou e representa para a capital. Ele garantiu que vai “pontuar” e não “criticar por criticar’ na campanha a gestão do emedebista.

Wilder Morais (PSC) assinalou que na conversa Iris indicou que encerrou suas atividades e que o prefeito não vai participar da eleição.”Ele não participa mais de nenhum evento político”. O vice de Vanderlan assinalou que o prefeito falou sobre o panorama geral da prefeitura e que, a partir das convenções, a prefeitura estará aberta “para que possamos trabalhar números, e conhecimento do que a prefeitura está em andamento”, relatou. “Demonstra que hoje, o prefeito não vai estar na política, nem de um lado, nem de outro, vai estar executando e terminando seu mandato”, disse, reforçando que Iris é uma referência como político, não só para Goiás, mas para o Brasil. “Não somos adversários políticos dele, temos o maior respeito”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.