Vanderlan e Thiago Albernaz firmam compromisso com desenvolvimento de Goiânia

Candidato a prefeito e vice reuniram-se com integrantes do Fórum Permanente dos Trabalhadores para o Desenvolvimento de Goiás, que congrega cerca de 80 sindicatos

Vanderlan e Thiago se reúnem com Fórum Permanente dos Trabalhadores para o Desenvolvimento de Goiás

Vanderlan e Thiago se reúnem com Fórum Permanente dos Trabalhadores para o Desenvolvimento de Goiás

O candidato à Prefeitura de Goiânia Vanderlan Cardoso (PSB) e seu vice, Thiago Albernaz (PSDB) firmaram nesta quarta-feira (17/8) compromissos com o Fórum Permanente dos Trabalhadores para o Desenvolvimento de Goiás durante reunião com lideranças de sindicatos associados à entidade. A base do programa de governo de Vanderlan tem foco exatamente no desenvolvimento da cidade e, por isso, o candidato estava à vontade para tratar das demandas dos sindicalistas.

O candidato da Coligação Uma Nova Goiânia (que reúne PSB, PSDB, PRB, SD, PHS, PSL, PP, PPS, PSC, PV, PMB e PSDC) apresentou a proposta de criação de polos de desenvolvimento onde pretende estimular as vocações econômicas da capital. Como exemplo, ele citou o segmento de confecções que promove, espontaneamente, a maior feira a céu aberto da América Latina, a Feira Hippie.

Segundo Vanderlan, o objetivo dos polos resolve mais do que o problema da falta de emprego e a melhora na renda, pois ainda promove o reordenamento da ocupação urbana. “É preciso desconcentrar as atividades econômicas do centro e das regiões Sul e Sudoeste de Goiânia, levando desenvolvimento às demais localidades e permitindo que o cidadão encontre ocupação mais perto de sua casa.”, pontuou.

De acordo com ele, a ação junto a um projeto de adensamento vai permitir racionalizar os investimentos em infraestrutura e é essencial para a melhora do transporte público. “Hoje o goianiense trabalha longe demais de casa e gasta quase outra jornada dentro dos ônibus”, destacou.

Mobilidade

Um dos temas centrais das demandas apresentadas pelo fórum foi a mobilidade. Os sindicalistas presentes apontaram que é preciso solucionar o problema do transporte urbano para estimular o desenvolvimento de Goiânia. O fórum, que reúne cerca de 80 entidades sindicais pediu, sobretudo, a construção e padronizações dos pontos de ônibus e o transporte coletivo noturno, com iluminação e segurança.

Vanderlan também discutiu propostas como a criação de faixas preferenciais para os motociclistas, mas prometeu avaliar o assunto com mais cuidado. Tratou também da melhoria da sinalização pública, de uma melhor limpeza urbana, da sinalização e da divulgação do potencial turístico de Goiânia e da padronização das feiras livres.

O candidato destacou que irá romper com esse modelo administrativo que governa Goiânia há várias gestões, segundo ele, sem planejamento e sem foco na população. “Goiânia merece um administrador com gestão eficiente e com visão para o futuro. Não dá para voltar pra o passado e com esse modelo atrasado de tapinhas nas costas. Goiânia precisa de atenção aos trabalhadores, de uma administração eficiente, sem desperdício de dinheiro público, e de planejamento para o futuro, e não para o passado”, criticou.

Reivindicações

Para o candidato, nenhuma das reivindicações apresentadas na reunião demandam malabarismos do prefeito, pois as sugestões são perfeitamente realizáveis, desde que a gestão pública encare o assunto com seriedade. “Tomei nota de tudo o que foi apresentado e não há aqui nenhuma necessidade que não seja básica. O que falta é uma visão moderna de administrar a cidade, com desenvolvimento e planejamento para o futuro”, disse.

Satisfeito com o encontro, o coordenador do fórum, o ex-vereador Ageu Cavalcante disse que Vanderlan e Thiago foram os primeiros candidatos a se reunirem com o grupo: “É importante realizar esse diálogo com os trabalhadores que são a força que sustentam nossa Goiânia e o que vemos nos últimos anos é a cidade largada ao abandono. A conversa com Vanderlan e Thiago nos deixou mais otimistas com o futuro da capital.”

Estiveram presentes, além do deputado federal João Campos e do superintendente-executivo da Secretaria Cidadã, Carlos Roberto Peixoto, os sindicalistas Jaime Bueno (Fetransporte), Eduardo Genner Amorim (Fetracom), Roosevelt Dagoberto (Fethego), Nelson Bandeira (Fitedca), José Braz Constantino (Feticom), Pedro Luiz (Ftieg), Luiz Lopes de Lima (Ftieg), José de Oliveira (Fitedca), Edvard Pereira (Ftialimentação), Raquel de Abreu (Ftieg) e Daniel Alves de Melo (Sindipetro).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.