Vanderlan diz que vai trabalhar para manter incentivos fiscais de montadoras em Goiás

Benefício vindo do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) para o Grupo CAOA a e Mitsubishi está previsto para acabar no final de 2020

Senador e candidato à Prefeitura de Goiânia pelo PSD, Vanderlan Cardoso. Foto: Jornal Opção.

O senador e candidato à Prefeitura de Goiânia pelo PSD, Vanderlan Cardoso, afirmou nesta segunda-feira, 21, que trabalhará para garantir que as montadoras do Grupo CAOA e Mitsubishi, instaladas em Goiás, permaneçam beneficiadas pelo incentivo tributário vindo do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI), que está previsto para acabar no final deste ano. “Em 2018 foi retirado o incentivo que essas montadoras têm do IPI. O Nordeste tem. Estados como Pernambuco e Bahia têm esses incentivos e em Goiás tiraram”, disse o senador.

“Nós precisamos prorrogar por, pelo menos, mais cinco anos”, acrescentou o parlamentar do PSD. O senador defendeu que o benefício é fundamental para que as empresas automobilísticas permaneçam instaladas no Estado.

Vanderlan afirmou que trabalha em cima da Medida Provisória 987. “Com certeza o relator [da MP 987], deputado federal André de Paula, do PSD de Pernambuco, vai contemplar o Estado de Goiás. Acredito que com esse trabalho que está sendo feito pelo governador [Ronaldo Caiado], pela bancada goiana e pelos senadores, vamos conseguir que seja prorrogado por, pelo menos, mais cinco anos”, declarou.

Na manhã de hoje, o senador conversou por telefone com o relator da MP na Câmara para discutir o assunto. Durante a ligação, o parlamentar por Goiás destacou a importância da manutenção dos benefícios fiscais concedidos às indústrias. Vanderlan informou que vai a Brasília na quarta-feira, 22, para tratar da isenção do IPI da CAOA e da Mitsubishi com o presidente nacional do partido, ex-ministro Gilberto Kassab.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.