“Vamos atacar a exploração imobiliária que existe em Goiânia”

Pré-candidato adianta ao Jornal Opção propostas para a capital e conta como pretende alterar a lógica “inversa” do ramo imobiliário goianiense

Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

Delegado acredita ter vantagem sobre os demais pré-candidatos do PSDB | Foto: Fernando Leite / Jornal Opção

O deputado federal Delegado Waldir (PSDB) nunca escondeu de ninguém a pretensão de sair candidato à Prefeitura de Goiânia. Chegou a ameaçar abandonar o barco tucano, caso não obtivesse o reconhecimento esperado dentro do partido, mas segue firme rumo às prévias marcadas para o dia 21 de fevereiro. Na disputa com nomes de peso do PSDB metropolitano, o delegado acredita que a atipicidade do próximo pleito contará pontos a seu favor.

“Todos os pré-candidatos estão acostumados a fazer campanhas com estrutura e dinheiro, só que a campanha deste ano vai ser a mais fiscalizada da história do País. Grande parte dos candidatos não está preparada para isso. Em 2014, fiz uma campanha franciscana e eu tenho experiência nessa campanha corpo a corpo”, avaliou o delegado.

Waldir concedeu entrevista ao Jornal Opção, na manhã desta sexta-feira (22/1), pouco antes de apresentar o registro da pré-candidatura na sede do PSDB metropolitano, junto a um resumo do seu projeto político para a capital. À reportagem, o deputado adiantou as principais propostas. Dentre elas, o deputado federal promete atacar a especulação imobiliária em Goiânia, sobretudo ao longo dos principais eixos do transporte coletivo municipal.

“Os planos diretores de outros municípios o adensamento urbano se dá principalmente ao lado dos do transporte coletivo. Em Goiânia, é diferente. Permitiram que ao longo desses eixos os grandes empresários imobiliários adquirissem imóveis, que mantêm hoje em forma de especulação imobiliária. E pretendo acabar com isso, desapropriando esses imóveis para atender ao interesse social”, explicou.

Para cumprir a difícil missão de por fim à exploração imobiliária da capital, Delegado Waldir se vangloria da independência política que pretende manter do segmento. “Eu não dependo de financiamento, não vou ter rabo preso. Não dependo de financiamento para o meu projeto político. Não preciso de dinheiro deste segmento.”

“Sou contrário à implantação de OSs na Saúde municipal”

Diferentemente do que defende o presidente da Câmara Municipal, e também pré-candidato pelo PSDB, Anselmo Pereira, Delegado Waldir não acredita na implantação das Organização de Sociais (OSs) na Saúde municipal como alternativa para o setor. Segundo ele, há outras medidas urgentes como a reconstrução de todas as unidades de Saúde de Goiânia, além de um consórcio entre todos os municípios da região metropolitana para gerir a área.

O deputado federal também elencou outras áreas prioritárias que estarão formatadas em seu plano de governo, como Transporte Público, Limpeza Urbana e, claro, Segurança Pública. Confira abaixo a lista com as principais propostas do delegado para a cidade.

  • Otimização e qualificação do funcionalismo público;
  • Criação da Secretaria Municipal de Segurança Pública;
  • Unificação dos serviços oferecidos pelos guardas civis metropolitanos e agentes de trânsito, ampliando a atuação dos mesmos no setor de Segurança Pública;
  • Implantação de linhas de transporte coletivo “ligeirinho”, que fazem o trajeto “bairro-centro” com menos paradas ao longo do trajeto;
  • Implantação de linhas de transporte coletivo “inter bairros”, com circulação direta entre os setores da capital;
  • Criação de Consórcio para o setor de Saúde entre todos os municípios que compõem a Região Metropolitana de Goiânia;
  • Readequação e padronização de todas as unidades de Saúde da capital;
  • Criação de clínicas de especialidades na rede de Saúde municipal;
  • Criação do Hospital Municipal da Criança e do Hospital Municipal do Idoso;
  • Incentivo à criação de estacionamentos verticais — públicos ou privados.

3
Deixe um comentário

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
3 Comment authors
Antonio Alves

Há ideias que me representam, vem de encontro às necessidade sociais, mas não vejo nele capacidade de aglutinar forças suficientes para se tornar prefeito e nem a inteligência emocional inerente ao um administrador. Pode ser que ao sentar na cadeira de prefeito, tenha atitudes emocionais diferentes e até se esqueça das propostas em questão, porém seu principal adversário é o PSDB, que ao que tudo indica, deve lançar um candidato para perder as eleições mais uma vez.

Gustavo Henrique

Acho a proposta bem interessante sobre a segurança publica, pois Goiânia precisa de mais patrulhamento se possível através de um centro de operações como no Rio de Janeiro devido a eficiência e custo beneficio. Já o transporte publico não deve dar certo, pois Goiânia não tem rua para isso, devia era continuar com o programa do Paulo Garcia das faixas exclusivas (alias único programa que realmente enxergo algum exito nesse governo) combinado com uma melhora dos ônibus, se colocassem o mesmo padrão dos coletivos com o que vemos no city bus varias pessoas deixariam de usar o seu carro ou… Leia mais

Caio Maior

De bobo o deputado Waldir não tem nada. Foi delegado de polícia nos bairros periféricos e conhece de perto os anseios das comunidades mais carentes. Suas propostas focam os principais problemas que atingem a maioria da população apresentando ‘respostas’ de fácil compreensão e aparentemente exequíveis. A eleição a deputado federal comprovou o seu conhecimento sobre estratégia e táticas eleitorais eficazes na atualidade. Deverá instigar o eleitorado tendente a votar no candidato “mais conhecido” a considerar uma “nova” alternativa. Mais: acabará beneficiado pela “independência” e distância dos governos estadual e municipal: para o decepcionado eleitorado goianiense, quanto mais “oposicionista” a “tudo… Leia mais