AstraZeneca está na última antes da aprovação e distribuição e começou a ser testada nesta semana em voluntários brasileiros

Foto: Reprodução | Dado Ruvic/Reuters

Pesquisadora da Organização Mundial da Saúde (OMS), Soumya Swaminathan, declarou nesta sexta-feira, 26, que vacina em fase de testes contra a Covid-19 feita pela Universidade de Oxford e pela AstraZeneca é a mais adiantada no mundo.

A vacina está na fase 3 de desenvolvimento, a última antes da aprovação e distribuição, e começou a ser testada nesta semana em voluntários brasileiros. No Brasil, o estudo é liderado pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp).

Swaminathan afirmou que outra vacina em fase de testes, idealizada pela emprensa Moderna, “não está muito atrás” no potencial de imunização da AstraZeneca.

Os dois projetos estão entre as mais de 200 vacinas candidatas contra a doença, dessas, 15 já entraram na fase de testes clínicos em humanos.

A cientista também orientou que seja considerada uma colaboração entre os testes com potenciais contra a Covid-19.