Vaca Amarela realiza show especial nas Paralimpíadas 2016

Festival goiano leva parte de sua programação de 2015 para a Fundição Progresso, na Lapa, representando o cenário independente e o Estado de Goiás

A banda goiana Overfuzz é uma das que se apresentam no evento na Lapa | Foto: Bruna Aidar/ Jornal Opção

A banda goiana Overfuzz , que subiu ao palco do Vaca de 2015, é uma das que se apresentam no evento na Lapa | Foto: Bruna Aidar/ Jornal Opção

Seguindo a tendência de expandir os já tradicionais festivais de música em Goiás, o Vaca Amarela, que comemora 15 anos em 2015, leva parte de sua programação para as Paralimpíadas do Rio de Janeiro. No dia 10 de setembro, o Vaca Amarela representa o Estado em um show na Fundição Progresso, na Lapa.

A apresentação faz parte de uma mostra que reúne festivais de música de todo o Brasil, selecionados por meio de edital da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Assim como na última edição do evento em Goiânia, o Vaca seleciona artistas de vários estilos, desde o rock e o MPB até o pop psicodélico e o funk.

Na programação, tem Lutre, Pó De Ser, Components, Oblongs, Deize Tigrona, Hell Oh, Peixefante, Carne Doce, Overfuzz e Baleia. A ideia, segundo o produtor cultural João Lucas Ribeiro, é mostrar um pouco do cenário da música independente no país. “Nossa intenção é levar shows de artistas expoentes da música jovem independente produzida no Brasil, concentrando sua atenção na produção musical realizada distante dos centros econômicos do País e ainda assim totalmente urbana em sua essência”, destaca.

Além de dar visibilidade aos artistas, que tocam em um evento de alcance internacional, a participação abre a programação da edição 2016 do Vaca Amarela. Neste ano, o festival será realizado no Martim Cererê nos dias 23, 24 e 25 de setembro. Entre os nomes já anunciados estão Gabriel, O Pensador, Mombojó, Hellbenders e Carne Doce.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.