Universidades Federais aprovam resoluções para retorno das atividades de maneira remota

Segundo comunicado, haverão avaliações constantes dos resultados apresentados pelos alunos e serão adotados os ajustes pertinentes quando necessário

UFG
Foto: Reprodução

As Universidades Federais aprovaram resoluções que preveem novos modelos e calendários para atividades remotas na graduação. Conforme comunicado divulgado na manhã desta quinta-feira, 20, as decisões tomadas respeitam a autonomia, as especificidades e a própria dinâmica da pandemia.

“As decisões consideram as condições de biossegurança e o estabelecimento de meios técnicos e legais necessários. (…) os modelos têm como referência a preservação da saúde dos alunos, docentes e técnicos, bem como a mitigação dos danos, a maior qualidade e inclusão possíveis”, destaca o comunicado.

Em outro trecho, foi destacado que haverão avaliações constantes dos resultados apresentados pelos alunos e que serão adotados os ajustes pertinentes quando necessário.

Vale lembrar que ainda na primeira fase da declaração da pandemia pela OMS, a exemplo de outras instituições em todo o mundo, as universidades federais optaram pela suspensão das atividades presenciais. Simultaneamente, em todo o Brasil, reorientaram atividades de pesquisas, laboratórios e hospitais para o enfrentamento da covid-19. As funções administrativas foram continuadas por meio remoto.

O presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) e reitor da Universidade Federal de Goiás (UFG), Edward Madureira, vai conceder uma entrevista na tarde desta quinta-feira onde irá detalhar a decisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.