“Uma Tarde na Fruteira”, do Júpiter Maçã, volta em vinil duplo pela Monstro Discos

Gravado em 2004, álbum foi lançado originalmente em 2006, na Espanha, e em 2008, no Brasil. As duas versões serão relançadas, já que trazem músicas e capas diferentes

Foto: Divulgação

A gravadora Monstro Discos abriu a pré-venda do relançamento de “Uma Tarde na Fruteira”, disco de 2008 de Júpiter Maçã que se tornou um marco do rock independente brasileiro. A versão repaginada chega em vinil duplo de 180 gramas, com capa gatefold e encarte cheio de fotos. A previsão é que os discos saiam no final de janeiro, como parte do projeto Série Ouro.

Gravado em 2004, “Uma Tarde na Fruteira” foi lançado originalmente em 2006, na Espanha, e em 2008, no Brasil, pela própria Monstro, que à época lançou ainda dois compactos em vinil, 7 polegadas.

Nas palavras do próprio Júpiter Maçã, falecido em 2015, o álbum apresenta “15 mosaicos de imagens mil”, com um giro em caleidoscópio a cada faixa. Júpiter abraça a Jovem Guarda, passa para jazza, homenageia o beatle George, encaixa a cítara na Bossa Nova, mistura tempero francês ao alt.country, tornando impossível a tarefa de se atribuir qualquer definição ou rótulo à obra.

A versão espanhola não traz canções como Beatle George, mas incluía músicas de outros dois discos: Plastic Soda e Hisscivilization. Já o disco lançado no Brasil incluía músicas inéditas e a saída das faixas desses álbuns já lançados aqui. As duas versões serão contempladas neste relançamento da Monstro, já que trazem músicas e capas diferentes.

O cantor, compositor e cineasta Flávio Basso, também conhecido como Júpiter Maçã ou Jupiter Apple, foi um dos nomes mais importantes da cena roqueira do Rio Grande do Sul. Fundou as bandas TNT e Os Cascavelletes, tendo seguido também carreira solo. Mesclava influências que iam de Caetano Veloso e Tom Zé a Bob Dylan e The Beatles. Com a saúde frágil, ele morreu após sofrer um infarto agudo do miocárdio durante o banho, aos 47 anos.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.