Uma das gêmeas siamesas operadas em Goiás recebe alta e é transferida para Bahia

Irmã que possui uma cardiopatia cianogênica grave ainda está na UTI

O Hospital Estadual Materno-Infantil Dr. Jurandir do Nascimento (HMI) informou neste sábado (15/9) que uma das gêmeas siamesas operadas em Goiás, a paciente Catarina de Menezes dos Santos, de 24 dias, recebeu alta da unidade na noite da última sexta-feira (14).

A recém-nascida foi transferida para uma maternidade de Salvador (BA), acompanhada da avó materna, e continuará recebendo todo cuidado e acompanhamento multiprofissional que necessita, até a alta definitiva.

De acordo com o HMI, Débora, que possui uma cardiopatia cianogênica grave, ainda aguarda regulação para alguma unidade de saúde que ofereça todo o suporte cardiológico necessário. Enquanto isso, a gêmea permanece internada na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal do HMI, respirando com a ajuda de aparelhos.

Relembre o caso

Vindas de Salvador (BA), as gêmeas nasceram dia 22 de agosto, no HMI, com 36 semanas e eram unidas pelo tórax e abdômen, compartilhando apenas o fígado. Devido ao quadro de Débora, a equipe multiprofissional do HMI optou por realizar, de forma emergencial, a cirurgia de separação, no dia 23 de agosto.

Elas estavam  acompanhadas, o tempo todo, pela mãe Viviane de Menezes dos Santos, de 30 anos. Este foi o 18º procedimento de separação realizado na unidade.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.