Último grande incêndio atingiu Parque dos Pireneus há cinco anos

Na época, chamas alastraram 40% da vegetação, segundo Corpo De Bombeiros. Corporação controlou queimada na noite de domingo

parque dos pireneus2

Incêndio do fim de semana foi controlado na noite de domingo (27) | Foto: Corpo de Bombeiros

O último incêndio de grandes proporções a atingir o Parque Estadual dos Pireneus, em Pirenópolis, a 120 quilômetros de Goiânia, aconteceu há exatos cinco anos, no dia 25 de julho,  iniciado em um acampamento, se alastrando por propriedades rurais vizinhas.

A queimada atingiu cerca de 40% da área norte e sul da unidade, quantia semelhante aos 39% (1.106 hectares) da vegetação alastrada nesse fim de semana. A área total do parque é de 2.833 hectares. Naquele ano, foram registrados quase dois mil focos de incêndio no primeiro semestre.

“Lembro-me que estava iniciando curso de combate a incêndio de floresta e vim treinar aqui”, relembra Daniel Freire Pereira Batista, comandante da 11ª Companhia dos Bombeiros da cidade, em entrevista ao Jornal Opção Online nesta segunda-feira (27).

Nesta manhã, ele lidera equipe que monitora novos focos de chama na região. A situação está tranquila e não foram encontrados animais mortos.

Véspera de reunião e romaria

O incidente acontece uma semana antes da tradicional Festa do Morro, a ser realizada no Morro dos Pirineus, dentro da unidade estadual. O incêndio surgiu ainda às vésperas da reunião entre Corpo de Bombeiros, Associação dos Romeiros de Pirenópolis — responsável pelo evento religioso — e donos de estabelecimentos de ecoturismo e proprietários rurais da região. O assunto a ser tratado seria justamente sobre os perigos de se fazer queimadas controladas no período sem chuva e como confeccionar abafadores para combater incêndios.

Segundo o capitão Batista, será disponibilizado efetivo de 12 pessoas durante o período do festejo para evitar novos focos: metade serão bombeiros e mais seis da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Recursos Hídricos,Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos (Secima). “Eles contarão com material de combate a incêndio nas áreas onde os frequentadores acampam”, disse.

O Parque Estadual dos Pireneus abrange as cidades de Cocalzinho de Goiás, Corumbá e Pirenópolis. Principalmente a área sul do parque foi atingida, onde está localizada a Cachoeira Sonrisal.

Por volta da meia noite de domingo (26), a corporação controlou o incêndio iniciado na última sexta-feira no parque (24). Até o momento, não há indícios da origem do fogo. “A certeza que temos é a de que o foco não começou naturalmente. Foi ação humana, mas não temos como apontar as circunstâncias”, informou o militar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.