Ugopoci também vai acionar estado judicialmente para garantir pagamento de salários atrasados

Pelo menos cinco entidades já ingressaram na justiça e aguardam decisão sobre salários de dezembro 

Foto: Reprodução

O presidente da União Goiana de Policiais Civis (Ugopoci), José Virgílio, afirmou ao Jornal Opção que a associação irá acionar o Estado de Goiás judicialmente para garantir o pagamento dos salários atrasados do mês de dezembro. Paralelamente, diversas entidades buscam uma agenda com o governador Ronaldo Caiado (DEM) e com a secretária da Fazenda, Cristiane Schmidt, em busca de uma solução para o impasse.

“Estamos tentando antecipar a reunião prevista para o dia 17 com o governador para tentarmos uma negociação. No entanto, até o momento, ainda não conseguimos viabilizar essa agenda”, disse José Virgílio.

Em assembleia, as entidades deliberaram sobre o ingresso na justiça para garantir o pagamento dos salários. Segundo o presidente da UGOPOCI, duas já obtiveram êxito e outras cinco aguardam decisão. Já a possibilidade de greve não foi objeto de deliberação.

“Nós iremos acionar o Estado judicialmente ainda nesta terça-feira,15, até o período da tarde. Esperamos que outras entidades também protocolem ações e obtenham êxito a exemplo do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público do Estado de Goiás (Sindipúblico) e Associação dos Servidores do Sistema Prisional do Estado de Goiás (Aspego)”, afirmou o presidente da Ugopoci.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.