UFG suspende aulas por conta da greve dos caminhoneiros

Serviços essenciais administrativos, concursos públicos e de atendimento à população, sobretudo hospitalares, serão mantidos

UFG Campus Samambaia, em Goiânia | Foto: Reprodução

A Universidade Federal de Goiás (UFG) informou nesta terça-feira (29/5) que estão suspensas as atividades letivas em Goiânia a partir desta quarta-feira (30), devendo retornar na segunda-feira (4/6).

Em nota oficial, a administração diz que a decisão foi motivada pelos desdobramentos da greve dos caminhoneiros e seus impactos no cenário nacional, que afetam o abastecimento de combustível, comprometendo a circulação de ônibus e carros e, consequentemente, o acesso às unidades acadêmicas da UFG.

“A decisão considera ainda a demanda dos estudantes, representados pelo Diretório Central dos Estudantes (DCE) e por vários Centros Acadêmicos (CA) da Universidade”, afirma o comunicado.

Os serviços essenciais administrativos, concursos públicos e de atendimento à população, sobretudo hospitalares, serão mantidos. Há a possibilidade de descontinuidades em alguns serviços prestados pela UFG.

Os estudantes, gestores e servidores(as) docentes e técnico-administrativos devem ficar atentos a novos comunicados sobre o retorno das atividades.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.