UFG recusa pedido do WR para conceder bônus na nota de alunos goianos

Segundo o reitor da Universidade, Orlando Valle, o entendimento é de que as vagas da instituição devem ser ocupadas por estudantes de todo o país

dkfas | Foto: Divulgação UFG

Reitor afirmou que o bônus não está nos planos da atual administração| Foto: Divulgação UFG

A Universidade Federal de Goiás (UFG) negou, nesta quinta-feira (18), o pedido do diretor do Colégio WR, Rubens Guimarães, que solicitou aumento de 20% na nota dos alunos goianos no Enem. A nota, assinada pelo reitor Orlando Valle, esclarece que o bônus para estes estudantes “não está nos planos da atual administração da Instituição”.

Na carta, o reitor afirma: “Entendemos que as vagas oferecidas pela UFG, assim como as das demais universidades federais brasileiras, devem ser potencialmente ocupadas por estudantes de qualquer parte do país”. Orlando pontua ainda que 80% dos alunos que ingressaram na Universidade em 2015 cursaram o Ensino Médio em Goiás.

No comunicado divulgado na última sexta-feira (12), o WR alega que, sem o incremento na nota, os alunos goianos podem não conseguir “ter o privilégio de cursar a universidade que tanto almejam”. Sobre a alegação, o reitor afirma que “a boa formação dos alunos da educação básica do Estado de Goiás que garantirá o sucesso no processo de seleção para a UFG”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.