TVs, carros e relógios serão foco de atuação do Google nos próximos anos

Empresa quer expandir seu sistema operacional para além de tablets e celulares

and l

O Google I/O, evento anual da empresa do Vale do Silício, trouxe novidades animadoras para os aficionados em tecnologia. Entre as novidades anunciadas, está a expansão dos produtos com o sistema operacional Android para além de celulares, tablets e óculos — carros, TVs, relógios e outros produtos vestíveis ganharão cada vez mais destaque daqui pra frente.

O evento deste ano se encerra nesta quinta-feira (26/6) e tem como objetivo atrair desenvolvedores para criar aplicativos para o Android e garantir a liderança do sistema operacional no mercado. Para isso, o Google levou as conferências para outras localidades, no projeto chamado Google I/O Extended. São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre foram as cidades brasileiras contempladas pelo evento.

Na batalha contra Samsung e Apple pela liderança nas inovações tecnológicas, o vice-presidente sênior do Google para Android, Chrome e Google Apps, Sundar Pichai, anunciou a iniciativa Android One, na qual empresas parceiras fabricarão smartphones de baixo custo tendo em mente os mercados emergentes. Como exemplo, foi mostrado um aparelho da empresa indiana Micromax, com 4,5 polegadas, compartimentos para dois chips, rádio FM e preço menor de US$ 100.

Outras empresas que fazem parte do projeto são Karbon e Spice. Os aparelhos chegarão primeiro a Índia, até o final deste ano, e depois para outros mercados, inclusive o Brasil.

Depois do lançamento do óculos inteligente Google Glass, um dos destaques deste ano foi o Android Wear, versão do sistema operacional para os relógios inteligentes, chamados de smartwatches. Os primeiros gagets com a tecnologia serão o G Watch, da LG, e o Galaxy Gear Live, da Samsung. Em setembro chega o Moto 360, da Motorola, o primeiro com tela redonda.

O próximo anúncio foi a versão para carros, que permitirá a sincronização com o celular e o acesso das funções do aparelho no painel do veículo. Intitulado Android Auto, a versão deve chegar até o final do ano em modelos Volkswagen, Honda, Fiat e Ford.

Para as residências, a novidade é o Android TV, que chega integrada a televisores Phillips, Sharp, Sony e TPVision em 2015. A integração com os celulares é o ponto alto da tecnologia. Os aparelhos móveis poderão funcionar como controle remoto, segunda tela e enviar comandos de voz. Sobre o ChromeCast, foi anunciado que, além de facilitar a transmissão de conteúdo da internet para TV, também permitirá o espelhamento do conteúdo do tablet ou do smartphone.

Também foi apresentado o design da próxima versão do Android para tablets e celulares. Seguindo a tradição de batizar as atualizações em ordem alfabética, o projeto é conhecido até o momento como “L”. Pelo que foi mostrado, ele terá cores vibrantes, sombras para criar um efeito de profundidade e, indo ao encontro das tendências recentes, os ícones serão mais chapados. Haverá ainda o chamado “botão da morte”, que desativa o aparelho em caso de roubo.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.