‘Tudo é possível’, diz Bolsonaro sobre indicação à Procuradoria-Geral da República

Presidente afirmou, porém, que vai seguir a Constituição

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou que não sabe se a sua indicação ao mais alto cargo da Procuradoria-Geral da República (PGR) sairá da chamada lista tríplice que será divulgada nesta terça-feira, 18. “Ah, não sei, eu não vi a lista tríplice ainda”, respondeu o presidente, ao ser indagado sobre a votação organizada pela Associação Nacional dos Procuradores da República (ANPR) para formar as indicações.

Questionado se a atual chefe do Ministério Público Federal (MPF), Raquel Dodge, pode ser reconduzida ao posto, ele disse que pode escolher “todo mundo”, de dentro ou de fora da lista, e que vai seguir a Constituição.

A atual PGR, Raquel Dodge, não se inscreveu para concorrer à recondução mas fez movimentos em direção ao Planalto antes da formação da lista tríplice. Ela tem conversado com Rodrigo Maia (DEM-RJ) e Davi Alcolumbre (DEM-AP). Dodge também teria se aproximado de importantes interlocutores do presidente, como os governadores Ronaldo Caiado (DEM) e João Doria (PSDB-SP). (Com informações de O Globo)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.