Tucanos defendem manutenção de colégios militares e condenam medida adotada por Caiado

Em documento expedido pela sigla, partido ressalta que desmonte das unidades representa retrocesso para o processo educacional de Goiás

                  Diretório Regional do PSDB | Foto: Felipe Cardoso

O PSDB em Goiás diz condenar a medida tomada pelo atual governador do Estado, Ronaldo Caiado (DEM), no sentido de retirar 94 oficiais dos colégios militares, “mandando-os para a reserva remunerada sob o frágil argumento de cortes em gastos”.

Os colégios militares são, na visão da sigla, um grande legado do partido em Goiás. O primeiro deles foi inaugurado no ano de 1999. “Atualmente, existem no estado 56 unidades, o que representa 50% do total de estruturas existentes no Brasil”, destaca o documento expedido pelo PSDB.

O modelo de ensino e aprendizado nas unidades militares “colaboraram, de maneira efetiva, para que Goiás alcançasse o primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb), em 2018”, acrescenta.

Para os tucanos, “o desmonte dos colégios militares representa um grande retrocesso para o processo educacional de Goiás, deixa a população preocupada e apreensiva, especialmente estudantes, pais, professores e colaboradores”, pontua.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maria do Socorro da Silva

Esse governo veio acabar com a Educação de Goiás!!!