TST julga greve dos Correios nesta segunda

Categoria quer manutenção do acordo coletivo definido no ano passado, mas estatal alega que a crise causada pela pandemia não permite gastos extras

Correios | Foto: Reprodução

O Tribunal Superior do Trabalho (TST) julga nesta segunda-feira, 21, a greve dos Correios. O julgamento começa às 13h30 e deverá ser transmitido ao vivo. A paralisação já dura 35 dias e, segundo os sindicatos que representam a categoria, pode continuar se o tribunal der total razão à empresa.

Na audiência de conciliação, realizada no último dia 11, não houve acordo entre a categoria e a empresa durante. Na ocasião, a ministra Kátia Arruda, relatora do processo, disse que os representantes de ambos os lados poderiam ter apresentado contrapropostas, o que não aconteceu.

Uma das principais demandas da categoria é a manutenção do acordo coletivo definido no ano passado, com cláusulas como a licença-maternidade de seis meses, o bônus de Natal e creche para crianças de até sete anos. Esses benefícios foram suprimidos com a suspensão do acordo.

A estatal alega que a crise econômica causada pela pandemia não permite gastos extras.

Outro motivo da paralisação é a privatização da empresa. Os funcionários são contra a venda da estatal. No entanto, os estudos para a venda dos Correios estão em andamento. A expectativa da estatal é que, em novembro, o projeto de lei da desestatização seja enviado ao Congresso. (Com informações da Exame)

Uma resposta para “TST julga greve dos Correios nesta segunda”

  1. RIVANILDO TAVARES DE LIMA disse:

    Os serviços docorreios São pecimo, tem que ser privatizado,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.