TSE rejeita recurso de Bolsonaro contra instituto de pesquisa

Deputado questionava o teor das perguntas feitas em pesquisa do Datafolha

Relator do caso, ministro Sérgio Banhos | Foto: TSE

O plenário do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) rejeitou nesta quinta-feira (17/5), por uninamidade, o recurso do deputado federal Jair Bolsonaro (PSL) que questionava o teor das perguntas realizadas pelo instituto Datafolha em pesquisa.

Em janeiro, o pré-candidato à presidência da República tentou impedir a divulgação da pesquisa que perguntou sobre o aumento do patrimônio do deputado. Uma das perguntas questionava os entrevistados: “você tomou conhecimento sobre denúncias envolvendo o aumento do patrimônio da família do deputado Jair Bolsonaro desde o início de sua carreira política?”

Na ocasião, o pedido de liminar do pré-candidato foi negado e permitiu a divulgação da pesquisa. Bolsonaro recorreu e a representação foi julgada improcedente.

Na ação, a defesa do parlamentar alegou que o uso da palavra “denúncias”  levava o entrevistado a entender que o deputado havia sido denunciado por enriquecimento ilícito.

O relator do caso, ministro Sérgio Banhos, rejeitou a tese e concluiu que a pesquisa não causou real prejuízo a imagem política do parlamentar.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.