Parlamentar teria utilizado cartões de débito oferecidos pelo seu partido para despesas não comprovadas

Vinicius Cirqueira | Foto: Jornal Opção

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em decisão monocrática do Ministro Alexandre de Morais publicada no último dia 27 de outubro, confirmou cassação do mandato do deputado estadual Vinícius Cirqueira (Pros). A defesa do parlamentar deve recorrer.

O TSE segue decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de janeiro deste ano, que considerou que houve utilização de cartões de débito oferecidos pelo Pros para despesas eleitorais não comprovadas.

O procurador eleitoral Alexandre Moreira dos Santos, na ocasião, destacou que foram omitidos R$ 193 mil, valor que representa 41% do montante total utilizado na campanha do deputado do Pros.

Ao Jornal Opção, o deputado disse que não teve o direito de defesa no plenário da corte. O advogado do parlamentar, Dyogo Crossara disse que já se trabalha em uma defesa  que será levada para o plenário do TSE e que enquanto não se esgotar a via ordinária, Cirqueira continuará no cargo.