PF faz operação para prender trio suspeito de sequestrar motorista e roubar caminhão dos Correios

Crime aconteceu no final de 2020, na rodovia GO-020, entre os municípios de Cristianópolis e Bela Vista de Goiás

A Polícia Federal (PF) faz nesta quinta-feira, 14, uma operação para prender em Goiás trio suspeito de sequestrar um motorista e roubar, com o uso de arma de fogo, o caminhão e a carga dos Correios. O crime aconteceu no final de 2020, na rodovia GO-020, entre os municípios de Cristianópolis e Bela Vista de Goiás.

Segundo a PF, 21 policiais federais estão cumprindo 10 mandados judiciais, expedidos pela 5ª Vara Federal Criminal de Goiânia, sendo três de prisão preventiva, quatro de busca e apreensão e três de medidas cautelares diversas, nas cidades de Goiânia, Aparecida de Goiânia e Piracanjuba.

No dia do crime, após renderem e sequestrarem o motorista da empresa na rodovia, os envolvidos levaram o caminhão para uma estrada vicinal, na zona rural, roubando a carga transportada.

De acordo com a PF, a Polícia Militar (PM) perseguiu o veículo utilizado em fuga pelos envolvidos, havendo troca de tiros entre seus ocupantes e a equipe policial. Os suspeitos conseguiram fugir para uma mata, na Capital.

À época, após diligências na região e ocupação nessa vegetação, os policiais encontraram o carro utilizado para a fuga, um bloqueador de sinal e de rastreador para veículos e um revólver calibre .38.

A corporação informou que o grupo investigado possui extensa ficha criminal por homicídio, receptação, porte ilegal de arma de fogo, tráfico de drogas e estelionato. Eles poderão responder agora por roubo, formação de quadrilha e tentativa de homicídio contra os policiais militares. Se condenados, devem alcançar 30 anos de reclusão.

Por meio de nota, os Correios informaram que colaboraram com as investigações, que estão sendo conduzidas pela Polícia Federal. A atuação da estatal, desde o início das diligências, foi fundamental para o êxito da operação realizada hoje. A empresa reitera que mantém estreita parceria com órgãos de segurança pública para prevenir crimes e ocorrências contra o serviço postal.

Notícia atualizada em 15 de abril de 2022 para acréscimo de nota dos Correios

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.