Tribunal nega apelação da defesa de Ronaldinho Gaúcho

Ex-jogador permanece preso na Agrupácion Especializada da Policia Nacional, em Assunção

Ronaldinho Gaúcho apresentou documentos falsos no Paraguai | Foto: Reprodução

O Tribunal de Apelação do Paraguai ratificou a prisão preventiva de Ronaldinho Gaúcho e de seu irmão, Roberto de Assis Moreira, na Agrupácion Especializada da Policia Nacional, em Assunção. Com essa determinação, o ex-jogador de futebol continuará detido na cadeira de segurança máxima. A decisão foi tomada nesta sexta-feira, 13, pela mesa julgadora, de acordo com informações do Jornal Extra.

O Ministério Público do Paraguai indiciou mais oito pessoas na quarta-feira, 11, e o número de investigados chegou a 14 indivíduos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.