Três vereadores devem voltar às urnas pelo PRTB

Bruno Diniz, Santana Gomes e Anderson Sales-Bokão caminham para disputar cargos de deputado pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro

Vereadores Santana Gomes, Bruno Diniz e Anderson Sales Bokão | Foto: Reprodução

Além de três deputados estaduais, como já mostrou o Jornal Opção, há previsão de que três vereadores por Goiânia voltem às urnas este ano pelo Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB). Bruno Diniz (PRTB), que foi eleito vereador com 4.632 votos e é pré-candidato a deputado federal; Santana Gomes (PRTB), eleito com 2.540, e Anderson Sales-Bokão (UB), que obteve 3.743 votos, ambos pré-candidatos a deputado estadual, estão de olho na estratégia adotada pelo partido de eleger mais parlamentares com menos votos.

Com o teto de 14,3 mil votos estabelecido pelo presidente do PRTB, Denes Pereira, como condicionante para a formação das chapas, a tendência é que Bokão, mesmo sondado por outras quatro siglas, caminhe com o PRTB. Ele, inclusive, não terá problemas para se desincompatibilizar porque o partido pelo atual foi eleito, o Democratas, se uniu com o PSL para a criação do União Brasil (UB).  

Já o peerretebista Bruno Diniz diz que ficará no partido por ser um dos quadros históricos da sigla, assim como Pina e também foi o deputado Charles Bento, de quem o vereador já foi chefe de gabinete e com quem deve caminhar junto em uma dobradinha independente da sigla partidária. “Vou apoiá-lo integralmente”, afirma Diniz. O político diz que a saída de Charles ocorre por causa dos parâmetros estabelecidos pela sigla. “O Charles [Bento] entende perfeitamente os parâmetros que foram estabelecidos para a formação da chapa. É um cenário contextual que é enfrentado por todos os partidos”, explica. Em 2018, Charles chegou à Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) com 18.626 votos, montante acima do teto de 14,3 mil imposto pelo PRTB para as eleições de outubro deste ano.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.