Quatro goianos podem assumir cargos de governador no Brasil

São eles os peemedebistas Marcelo Miranda, eleito no Tocantins, e Confúcio Moura, que disputa o segundo turno em Rondônia, somados ao vencedor de Goiás

O resultado do segundo turno das eleições para governador no Brasil, marcado para o próximo dia 26 de outubro, pode definir até três políticos goianos para administrar Estados do Brasil. Marcelo Miranda (PMDB) foi o único eleito no primeiro turno, no Tocantins. Confúcio Moura (PMDB), que disputa a segunda etapa das eleições em Rondônia, e o vencedor da disputa em Goiás, Marconi Perillo (PSDB) ou Iris Rezende (PMDB), podem reforçar a lista de conterrâneos a conquistarem os poderes executivos.

Marconi Perillo

marconiperilloCandidato à reeleição, Marconi Perillo nasceu em Goiânia, no dia 7 de março de 1963, mas viveu em Palmeiras de Goiás. Começou sua trajetória política no PMDB, onde foi assessor pessoal de Henrique Santillo, em 1987. Foi eleito governador pela primeira vez em 1998 aos 35 anos de idade, o mais novo político a assumir este cargo.

Iris Rezende

irisrezendeIris Rezende nasceu na cidade de Cristianópolis, à 84 km de Goiânia, no dia 22 de dezembro de 1933. Começou a carreira política como vereador em 1958. Se tornou deputado estadual em 1962 e prefeito de Goiânia em 1965. Assumiu o governo do Estado em 1983 e ficou até o ano de 1986. Também foi ministro da Agricultura no governo de José Sarney (PMDB) e ministro da Justiça no governo de Fernando Henrique Cardoso (PSDB).

Marcelo Miranda

marcelomirandaO governador de Tocantins, eleito no primeiro turno para governo do Estado com 51,3%. Nasceu no dia 10 de outubro de 1961, em Goiânia. Chegou na Assembleia Legislativa no ano de 1990, sendo reeleito em 1994 e 1998.

Durante esse período, ocupou a presidência da Comissão de Educação, Cultura e Desporto. Também foi integrante da Comissão de Constituição, Justiça e Redação. Está na administração do Estado desde 2003.

Confúcio Moura

confucioNasceu no dia 16 de maio de 1948, em Dianópolis, antes da divisão de Goiás e criação de Tocantins. É médico formado pela Universidade Federal de Goiás (UFG). Foi eleito deputado federal três vezes consecutivas em 1994, 1998, e 2002. Em 2004, foi eleito prefeito da cidade de Ariquemes, à 198 km de Porto Velho, se reelegendo em 2008.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.