TRE suspende divulgação de pesquisa por omitir nomes de Agenor Mariano e Vanderlan Cardoso

Instituto terá dois dias para apresentar defesa

Montagem

O Tribunal Regional Eleitoral de Goiás suspendeu a divulgação da pesquisa contratada pela Exata OP Opinião Pública LTDA – EPP – devido à irregularidade no questionário aplicado na pesquisa. O instituto terá dois dias para apresentar defesa.

O documento registrado junto ao TRE, pela empresa, omitia os nomes dos dois candidatos ao Senado da Coligação Novas Ideias, Novo Goiás: Agenor Mariano e Vanderlan Cardoso.

Além de omitir o nome dos candidatos, não consta no formulário a identificação da área de abrangência da pesquisa, obtendo-se somente a informação “Pesquisa não possui arquivo de bairros/municípios”, o que contraria a legislação eleitoral.

A decisão foi tomada em tutela provisória de urgência. Segundo a peça apresentada à Justiça, existe “perigo da demora, uma vez que estamos em ano eleitoral e a pesquisa, com data de divulgação para 04/09/2018, poderá influenciar de modo relevante e perigoso na vontade dos eleitores.”

Relator do processo, o Juiz José Proto de Oliveira atendeu o pedido da Coligação, representada pelos advogados Henrique Jacinto, Stefânia Silva e Colemar Moura, deferiu tutela de urgência e determinou que empresa suspenda a divulgação dos resultados da pesquisa.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.