Pessedista diz que houve problema na montagem dos blocos de inserção na mídia

Foto: Reprodução.


No início da noite deste domingo,11, o Tribunal Regional Eleitoral deferiu medida liminar para fazer cessar uma propaganda eleitoral do candidato a prefeito de Goiânia, Vanderlan Cardoso (PSD). O pessedista violou a necessidade de citar nome da coligação e dos partidos, o que lhe garantia segundos extras nos programas de rádio.

A Coligação Goiânia em um Novo Momento, encabeçada pelo candidato Vanderlan Cardoso,  explicou que ocorreu um erro na montagem dos blocos de programação, que acabou cortando do programa a referência dos nomes dos partidos e da coligação. As inserções no rádio já foram corrigidas e os novos materiais arquivados não terão o mesmo problema.

A partir das próximas inserções tudo terá se normalizado, garantiu a assessoria do candidato.