Travesti é presa em Goiânia por morte de mulher após aplicação de hidrogel

Caso ocorreu em São Paulo e a suspeita estava foragida na capital goiana

Divulgação/Polícia de Goiás

A polícia goiana prendeu na manhã desta sexta-feira (8/12) uma travesti suspeita do crime de homicídio, que estava foragida em Goiânia. Jonathan Alves Franco teria aplicado hidrogel nas nádegas da vítima, que acabou morrendo emr razão de complicações decorrentes do procedimento.

Segundo a delegada Caroline Paim, o caso ocorreu em São Paulo e a suspeita estava foragida na capital goiana. “Não sabemos detalhes do crime, pois não aconteceu aqui. Apenas cumprimos o mandado de prisão temporária”, explicou a delegada à reportagem.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.