“Transporte público de Goiânia será um dos melhores do País”, diz presidente de CEI

Em entrevista, Clécio Alves fala sobre trabalho da comissão e apresentação do relatório que deve apontar soluções para um dos maiores gargalos da região metropolitana

Vereador Clécio Alves, do PMDB | Foto: Alberto Maia / Câmara Municipal de Goiânia

Presidente da Comissão Especial de Inquérito (CEI) dos Transportes, o vereador Clécio Alves (PMDB) falou em entrevista à imprensa que, graças ao trabalho do colegiado, Goiânia terá, muito em breve, um dos melhores sistemas de transporte público do País, senão o melhor.

“Com nossas sugestões e trabalho, vamos alcançar essa qualidade e, em pouco tempo, senão tivemos o melhor sistema, teremos um dos melhores do Brasil. Disso não abriremos mão e não descansaremos até acontecer”, afirmou o peemedebista.

Durante três meses de trabalho, a CEI promoveu debates e abriu diálogo com as principais autoridades da Grande Goiânia, que culminarão na apresentação de um relatório detalhado com soluções para o sistema de transporte coletivo.

Conforme explica Clécio, o documento, assim que finalizado, será lido no plenário da Casa e, logo em seguida, enviado ao Ministério Público de Goiás, que dará prosseguimento às demandas.

A previsão é de que o relatório final seja entregue pelo vereador Anselmo Pereira (PSDB) na próxima quarta-feira (30/8). Como já adiantado pelo Jornal Opção, o texto deve focar principalmente na criação de um Fundo Municipal do Transporte. A ideia é de que o dinheiro sirva para arcar com as necessidades da rede metropolitana.

Os recursos, a princípio, seriam advindos de um porcentual do Imposto Sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Além disso, o fundo também poderia custear o passe livre de alguns usuários, como idosos e estudantes.

Outra proposta em relação ao fundo é que ele possa ser usado para ajudar as empresas do transporte coletivo que estiverem com prejuízo na prestação do serviço.

Durante a entrevista, Clécio defendeu a criação do fundo e voltou a cobrar a participação de todos os prefeitos da região metropolitana. “Não adianta só o governador e o prefeito de Goiânia participarem. Todos os 18 prefeitos precisam participar de forma objetiva e propocional”, finalizou.

1 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
1 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

wanderson j gomes

KKKKKK. Só rindo mesmo, essa CEI não entende nada de transporte coletivo mesmo, fiquei até com vergonha ao lê a notícia que o Vereador Anselmo Pereira questionou o Diretor do Set. “Qual o motivo do Setransp alterar o nome para Set”. kkkkkkkkkk.
Provado por A+B que nossa Prefeitura não dá conta de lidar com Transporte Coletivo, nem corredor T-7, T-63 e outros de menor aporte financeiro concluíram ainda. O Estado assumindo o Transporte Coletivo pelo menos em infraestrutura seria bem melhor.