Tráfego de veículos na trincheira da 90 será liberado dia 7 de dezembro

Secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos esclarece que o risco de atrasos por conta de chuvas já passou

Foto: Felipe Cardoso | Jornal Opção

O secretário municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, visitou as obras da trincheira da 90 na manhã desta terça-feira, 26, e falou que a liberação para o tráfego de veículos deve ocorrer no final da próxima semana, dia 7 de dezembro. “Vai depender da ‘cura’ do concreto porque se não esperarmos esse prazo pode haver desgastes da superfície do concreto”, explicou.

O secretário afirmou que a pequena diferença entre o prazo inicialmente divulgado para a entrega da obra, 30 de novembro, e o atual, 7 de dezembro, foi necessário devido às recentes chuvas e também por atrasos das operadoras Oi, Enel e Saneago na liberação para os trabalhos. “Principalmente em relação ao afastamento dos postes, isso contribuiu para que não entregássemos até mesmo antes do prazo”, acentua.

“Eu não contei a vocês, mas minha expectativa era a de conseguir entregar a obra no dia 24 de outubro. Devido a esses contratempos, estamos entregando agora”, revela Dolzonan. E essa obra não consiste  apenas na trincheira, tem toda a revitalização da 90, desde a Praça do Cruzeiro até o Terminal Izidória”, completa.

No dia 30, de acordo com o titular da Seinfra, as obras civis que serão entregues compreendem a revitalização do trecho da 90 entre a Praça do Cruzeiro e a Rua 115. Ele também esclareceu que o risco de atraso por conta das chuvas já passou. “A parte de concreto está 90% concluída, só falta o encabeçamento na Praça do Cruzeiro”, detalha Mattos, ao pontuar que neste local as obras serão concluídas no final de dezembro.

A obra

Com 239 dias de serviço, os dois viadutos já foram liberados para o tráfego de veículos, nos dois sentidos da Avenida 136, a pavimentação do corredor e dos demais veículos foi concluída e avança a execução dos meios-fios, das calçadas e o plantio de grama e palmeiras Jerivá.

O sistema de drenagem a ser conectado ao já existente na Avenida Jamel Cecílio, que desce para a Avenida 136, possui 150 m de extensão e 1,2 m (1.200 mm de diâmetro), vai captar a água de todo esse sistema viário e lançar no Córrego Botafogo, impedindo qualquer acúmulo de água na trincheira.

Trincheira da Rua 90

Valor total da Obra: R$ 10 Milhões a preço inicial

Data prevista para término das obras civis: 30/11/2019;

Trincheira com comprimento de 350 m, profundidade máxima de 7,20 m e plataforma de 18 m de largura;

2 passagens superiores (viadutos) em concreto protendido;

Fornecimento e cravação de aproximadamente 315 toneladas de perfis metálicos;

Execução de aproximadamente 4.000 m² de paredes em placas de concreto pré-moldado com pintura antipichação.

 

BRT Norte-Sul

O BRT Norte-Sul tem uma extensão de 21,7 km, saindo do terminal Recanto do Bosque, na região Norte da capital, até o terminal Cruzeiro do Sul, em Aparecida de Goiânia. É composto por duas trincheiras, seis terminais de integração aos ônibus comuns e 30 estações de embarque e desembarque. A Prefeitura está licitando o trecho de 5 km, entre os terminais Isidória e Cruzeiro. O prazo para conclusão total da obra é outubro de 2020.

Todo o sistema está orçado em R$ 217 milhões, em valores iniciais, sendo R$ 140 milhões de recursos do FGTS e R$ 77 milhões de contrapartida da Prefeitura de Goiânia. Em valores atualizados chegará a R$ 400 milhões: sendo R$ 270 milhões do FGTS e R$ 130 milhões da Prefeitura.

As obras começaram em março de 2015, mas, por divergências entre a Prefeitura, a Caixa Econômica Federal e órgãos de controle, sofreram uma paralisação de oito meses, sendo retomadas em março do ano passado, após assinatura de um TAC entre o Ministério Público e os envolvidos. Com 18 meses de trabalhos ininterruptos, já foram construídos 54,29 % do sistema, dados de outubro.

Trecho Norte

Estão sendo executados o último trecho do corredor do BRT e as pistas laterais, na Avenida Oriente, e a previsão é de que esteja totalmente concluído em 15 dias. As calçadas estão sendo construídas e, a partir de agora, serão feitas no cruzamento com a Avenida Goiás Norte, nos trechos onde não há calçamento.

Trecho Sul

No trecho Sul, as pistas do corredor do BRT estão concluídas e as pistas laterais estão sendo finalizadas, entre a Praça do Cruzeiro e o Terminal Isidória, a exceção do trecho em frente ao Hugo, que está na fase de terraplenagem da pista lateral, e as marginais da trincheira para o lado Sul. Já foram iniciadas também as obras de construção da Estação Isidória, com plataformas para atender o BRT e os ônibus comuns, que fazem a integração das linhas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.