“Todos querem suas áreas dentro da expansão, mas não pode haver diferenciação”, diz Sabrina Garcêz

Presidente da Comissão de Constituição e Justiça, vereadora defende análise técnica sobre o assunto

Foto: Reprodução

A presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Sabrina Garcêz, garantiu que os parlamentares têm acompanho a questão especulação imobiliária que envolve a expansão da cidade na área Goiânia/Trindade, no Plano Diretor. Segundo ela, as análises serão feitas de forma técnica.

“Todos querem que suas áreas estejam dentro da expansão, mas não pode haver diferenciação no tratamento [entre aqueles que têm maior acesso aos parlamentares e os que não tem]. Temos que entender o que tecnicamente essa expansão fará para a cidade”, alerta a vereadora sobre impactos e se estes podem compensar ou não para o município. “Precisa de uma discussão a partir do olhar e da manutenção da cidade”.

A presidente da CCJ também disse ser favorável à abertura para que todos [sociedade civil] possam se manifestar sobre o tema, o que não garante que ocorra a expansão. Além disso, ela apontou a necessidade de se expandir os polos de desenvolvimento.

Garcêz manifestou incredulidade pela criação de dois polos na região Aeroporto, mas nenhuma no Noroeste de Goiânia. “Região extremamente populosa, carente e que necessita de emprego”, alertou.

Prazos

Segundo Sabrina, o prazo normal de apreciação de projetos na CCJ é de cinco dias, o que, até para textos mais simples, costuma ser inviável. No caso do Plano Diretor, a parlamentar requereu 45 dias para a análise, sendo 30 para audiências públicas – que serão realizadas em conjunto com a Mista, em locais diferentes – e 15 para relator, ainda não definido, elaborar seu parecer.

Ela disse, também, que cada parlamentar da comissão deve assumir um eixo, a fim de contribuir para o relatório final do escolhido. Garcêz explicitou que dois legisladores já se ofereceram: Dra. Cristina (PSDB) e Welington Peixoto (MDB).

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.