“Todas as vidas importam, mais que reduzir números devemos proteger as pessoas”, diz Moro

Ministro da Justiça e Segurança Pública deu declaração ao ser questionado sobre investigação da morte da menina Ágatha, morta por policias no Rio de Janeiro

Foto: Lívia Barbosa/Jornal Opção

Durante entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira, em Goiânia, o Ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, comentou sobre a morte de Ágatha Vitória Sales Félix, assassinada na última semana com um tiro nas costas disparado pela Polícia Militar, no Conjunto de Favelas do Alemão, Rio de Janeiro.

“Nós pensamos a criminalidade em termos de números. Tivemos um infeliz recorde, em 2016, de mais de 60 mil assassinatos no país, esses números vêm caindo, o que é ótimo. E isso representa para nós uma tarefa importante, quando vemos o tanto que ainda tem que ser feito o tamanho do desafio ainda”, pontuou.

Moro ressaltou que é importante lembrar da pessoa que morreu, seja ela vítima de um evento que poderia ter sido evitado, ou um policial assassinado pela criminalidade. “Acho que todas as vidas importam, esse é o mote do ministério, e a nossa política de segurança pública, mais do que reduzir números, visa proteger as pessoas”, finalizou.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.