Tocantins: derrotado, Sandoval gasta quase o dobro de Marcelo Miranda

Em balanço apresentado no TSE, peemedebista divulga gastos de R$ 7 milhões; já o governador que não conseguiu se reeleger, Sandoval Cardoso (SD), R$ 12 milhões

Fotos: Fernando Leite / reprodução / Assembleia Legislativa do Tocantins

Fotos: Fernando Leite / reprodução / Assembleia Legislativa do Tocantins

O balanço financeiro dos gastos e arrecadações nas campanhas, de segundo turno, pelo governo de Tocantins de Marcelo Miranda (PMDB) e de Sandoval Cardoso (SD) foram divulgados  nesta terça-feira (25/11). O site do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) disponibilizou os dados.

A campanha do eleito Marcelo Miranda declarou um total de receitas de R$ 7.153.914,23 e um total de despesas no mesmo valor. Já a equipe de Sandoval Cardoso declarou R$ 12.071.888,62 em receitas e R$ 12.070.881, 62 em gastos.

Ontem, também foi divulgado os valores envolvidos na campanha em Goiânia. Conforme disponibilizado, a campanha do governador reeleito Marconi Perillo (PSDB) declarou arrecadação de R$ 25.298.347,01, enquanto as despesas foram de R$ 25.958.506,06. Já a campanha do peemedebista Iris Rezende declarou arrecadação de R$ 8.967.499,63 e despesas em R$ 8.938.736,63.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.