Titular da Casa Civil pode integrar lista sêxtupla para cargo de Desembargador do TJGO

Apesar de sua candidatura ser dada como certa, Anderson Máximo tem evitado falar sobre o assunto

Alguns nomes começam a ser apontados como certos para integrarem a lista sêxtupla para cargo de desembargador do Tribunal de Justiça de Goiás. É o caso do secretário de Estado da Casa Civil, Anderson Máximo de Holanda. Além de procurador do Estado, Máximo tem bom tramite com o presidente da OAB-GO, Lúcio Flávio de Paiva, e a confiança do governador Ronaldo Caiado (DEM), a quem caberá a escolha do novo desembargador.

Apesar de sua candidatura ser dada como certa, o atual titular da Secretaria de Estado da Casa Civil tem evitado falar sobre o assunto. Ele estaria em contato com o governador Ronaldo Caiado à espera uma sinalização para confirmar sua participação na disputa. Segundo sua assessoria, Anderson está avaliando a situação.

O início do prazo de 29 dias para os advogados que têm interesse em se candidatar a uma das vagas na lista sêxtupla do quinto constitucional reservado à advocacia para disputa do cargo inicia-se no dia 31 de outubro. Após esse prazo, os nomes serão apreciados pelo Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção Goiás, a quem cabe a tarefa de escolher os seis nomes que serão encaminhados à Corte Goiana.

Augusto César Rocha Ventura é outro nome que pode aparecer na lista, apurou o Rota Jurídica. Ele foi o primeiro nome da listagem formada pela OAB-GO no ano passado, quando Guilherme Gutemberg Isac Pinto foi o escolhido para representar a advocacia no TJGO. A decisão coube ao então governador José Eliton (PSDB). Outros nomes que podem ser candidatos são Alexandre de Morais Kafuri, Ricardo Baiocchi e Vicente Lopes da Rocha Júnior.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.