Tim, Vivo, Oi e Claro somam dívida de R$ 6 bilhões com a União

O deputado federal Elias Vaz (PSB-GO) foi quem fez a identificação do débito. Ele quer que essas empresas sejam impedidas de reajustarem suas tarifas mediante a dívida com a União

Elias Vaz apresentou projeto que visa impedir concessionárias a reajustarem tarifas mediante não quitação de suas respectivas dívidas com a União


O deputado federal Elias Vaz (PSB-GO), investigou e descobriu que as quatro maiores concessionárias de serviços de telefonia e internet do país, (Tim, Vivo, Claro e Oi), somam juntas uma dívida de R$ 6 bilhões com a União.

O grupo Vivo deve R$ 1,7 bilhão; o grupo Claro R$ 2,1 bilhões; a Oi R$ 1 bilhão e a Tim R$ 1,1 bilhão. Elias Vaz ressaltou que o pagamento dos tributos por parte dessas empresas já vem implícito nas contas destinadas ao consumidor, e que por isso, elas não apresentam motivos plausíveis para estarem em débito com a União.

O deputado federal apresentou um projeto que visa impedir que grupos reajustem suas tarifas mediante a não quitação de suas respectivas dívidas com a União.

“É um absurdo que empresas que lucram milhões todos os anos e cobram caro por seus serviços continuem devendo impostos no Brasil. Se o consumidor deixar de pagar, o serviço é cortado. Já a empresa sequer recebe alguma punição.”, ressaltou Elias Vaz ao fazer a defesa de seu projeto.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.