TIM Brasil pode ser repartida entre Vivo, Claro e Oi

Valor da transação poderá chegar a R$ 31,5 bilhões. Informações foram divulgadas pelo jornal “Folha de S. Paulo”

timAs operadoras Claro, Vivo e Oi fecharam acordo com o banco BTG Pactual para comprar a TIM Brasil, a segunda maior empresa do mercado nacional, que seria repartida em três pelas empresas compradoras. As informações foram divulgadas nesta sexta-feira (31/10) pelo jornal “Folha de S. Paulo”.

Conforme a publicação, o valor da transação poderá chegar a R$ 31,5 bilhões. A oferta seria feita aos acionistas da Telecom Italia, dona da TIM Brasil. O presidente do conselho de administração da multinacional, entretanto, afirmou nesta sexta-feira que ainda não havia recebido nenhuma oferta para vender a operadora brasileira.

A entrega da proposta entre as três empresas estaria condicionada à venda, por parte da OI, da Portugal Telecom, negócio que deve ser fechado na semana que vem. Em ofício à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) na tarde desta quinta-feira, a Oi reiterou que contratou o banco BTG Pactual para “viabilizar proposta para a aquisição da participação da Telecom Italia na TIM”. No entanto, ressalvou não haver qualquer definição até o momento.

Ainda de acordo com o jornal “Folha de S. Paulo”, a Telecom Italia nega que a operadora brasileira esteja à venda. O presidente do conglomerado, entretanto, afirmou que tudo dependeria do “valor do cheque”.

Além do negócio entre as três empresas, também existe a possibilidade de fusão da TIM Brasil com a Oi. Neste caso, a empresa italiana só entraria no negócio se assumisse o comando da nova operadora.

Deixe um comentário