Thelma se reúne com lideranças do Republicanos Mulher nesta segunda-feira

A primeira-dama, que é cotada para concorrer a uma das 41 cadeiras participará de um evento de filiação e de posse da nova presidente do Republicanos Mulher em Goiás

Pré-candidata a deputada estadual pelo Republicanos, a primeira-dama de Goiânia, Thelma Cruz, o prefeito Rogério Cruz (Republicanos) e o presidente do Diretório Regional do Republicanos, deputado federal João Campos, vão empossar Eloisa Helena como presidente do Republicanos Mulher, e farão um evento de filiação de novas mulheres à sigla nesta segunda-feira, 25, na sede do Diretório Regional do partido.

A indicação do nome da empresária Eloísa Elena foi definida em consenso entre as mulheres republicanas e o presidente do Diretório Regional do partido, que é pré-candidato ao Senado Federal. A reunião, inclusive, deve ter um tom bastante político, uma vez que a nova diretora do Republicanos Mulher deve ser uma das coordenadoras da pré-campanha das 25 mulheres que devem ir às urnas pelo partido para concorrer a Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) e a Câmara Federal.  

Thelma é um dos nomes. A primeira-dama goianiense, que é uma das principais lideranças femininas da sigla e é apresentada também como uma das principais lideranças do evento, como a própria Eloisa Helena afirma no convite. Ela apresenta o evento como “um grande encontro de lideranças com a primeira-dama Thelma Cruz”. “Vamos receber grandes lideranças para republicanos, o verdadeiro partido conservador do Brasil”, comentou a primeira-dama e pré-candidata a uma das 41 cadeiras disponíveis para a Alego.  

Segundo a ex-presidente do Programa de Defesa do Consumidor de Goiânia, Carol Pereira (Republicanos), será um evento de apresentação das mulheres à sigla e vai contar com a sua presença, que é pré-candidata à Câmara dos Deputados, e de outras mulheres pré-candidatas. Cita, por exemplo, a segunda colocada nas eleições para a Prefeitura de Jataí, Flaviane Scopel (ex-Cidadania), e a Mirella Mascarenhas (Republicanos), que é madrinha de um dos filhos de Gustavo Lima.  

“Mais importante do que a Lei de Cotas, é importante que os partidos políticos valorizem as mulheres desde a sua base, trazendo educação política, levando as mulheres para a Executiva. É muito importante que essas mulheres sejam inseridas na política e se tornem novas líderes, com representação igualitária no parlamento e nos partidos políticos”, comentou a republicana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.