“Testagem tem refletido na queda dos números de internações e óbitos”, diz Fátima Mrué

Goiânia já realizou mais de 240 mil testes para a Covid-19. Objetivo é quebrar a cadeia de transmissão na capital

Foto: Reprodução

No enfrentamento ao coronavírus, a Prefeitura de Goiânia já realizou mais de 240 mil testes desde o início da pandemia da Covid-19. Além de testes nas unidades de saúde e de pacientes com sintomas e seus contactantes em casa, houve também os inquéritos populacionais e as testagens ampliadas de antígeno na população.

“Somos uma das únicas capitais a utilizar a modalidade de antígeno, onde o resultado sai em poucos minutos e isso faz a diferença no controle da doença. A testagem tem, sem dúvida nenhuma, refletido na queda dos números de internações e óbitos”, explica a secretária de Saúde, Fátima Mrué.

Do total, 109.407 pessoas realizaram o de antígeno, tanto nas modalidades drive-thru e pedestre como nas coletas domiciliares. Outros 100.287 testes foram feitos nas unidades de saúde para identificar o vírus, além de 33.447 testes de anticorpos para identificar quem teve ou não a doença, que foram feitos por meio dos inquéritos populacionais.

“Desde o início da pandemia nossa meta foi salvar vidas, por isso, não medimos esforços para testar o máximo de pessoas possível. Com os testes temos a oportunidade de retirar de circulação aquelas pessoas que não apresentam sintomas, evitando assim que passem o vírus para outras, e encaminhar para tratamento quem precisa”, afirma a secretária.

A Secretaria de Saúde (SMS) frisa que vai continuar realizando os levantamentos na população para identificar os casos positivos e encaminhar aqueles que precisam para tratamento, de maneira rápida e eficiente. O objetivo. De acordo com pasta, é quebrar a cadeia de transmissão em Goiânia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.