Segundo prefeitura, responsável pela coordenação da testagem, estudo ajuda na elaboração de políticas de enfrentamento ao novo coronavírus nas regiões com maior incidência da doença

Testagem ampliada Covid-19 | Foto: Reprodução

O quinto Inquérito Populacional Soroepidemiológico realizado pela Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria de Saúde (SMS), no dia 19 de setembro, aponta que 13,89% da população goianiense já teve contato com a doença.

Das 2.477 pessoas testadas, 340 apresentaram resultado positivo para o coronavírus (Covid-19). A região Sudoeste teve o maior índice de contaminação, com 18,7%. Em seguida veio a região Oeste, com 16,9%.

O objetivo do inquérito é identificar áreas onde a doença está mais concentrada, o que desde o início da pandemia é chamado de soroprevalência.

O exame sorológico por quimiofluorescência foi usado para detectar os anticorpos IgG no organismo, mostrando se a pessoa teve ou não contato com a doença.

“A região Sudoeste apresentou o maior número em relação às pessoas que já tiveram a Covid-19 e é a mais populosa de Goiânia, por isso houve um aumento no número de casos e no resultado desse inquérito”, explica o superintendente de Vigilância em Saúde, Yves Mauro Ternes.

O resultado do inquérito está disponível no site da Prefeitura de Goiânia e pode ser consultado com o número de protocolo da amostra que foi entregue para cada uma das pessoas que fizeram a coleta. Confira a porcentagem de casos positivos por região:

  • Leste: 9,6%
  • Norte: 13,96%
  • Noroeste: 15,2%
  • Sudoeste: 18,7%
  • Sul: 11,3%
  • Campinas / Centro: 13,4%
  • Oeste: 16,9%
  • Goiânia: 13,89%