Terceira personalidade política nacional cancela visita a Goiás

Michel Temer (MDB), Geraldo Alckmin (PSB) e João Doria desistiram de agendas no Estado

Após duas personalidades da política nacional cancelarem agenda em Goiás, o ex-presidente da República, Michel Temer (MDB), completou a terceira visita programada para o Estado suspensa neste mês. A primeira delas foi do ex-governador João Dória (PSDB), que visitaria a Basílica do Divino Pai Eterno, em Trindade, e depois se reuniria com a cúpula do PSDB estadual e metropolitano, no entanto, com a internação repentina do ex-governador Marconi Períllo (PSDB), para um tratamento no coração, a agenda foi adiada, sem data prevista. Na sequência, era esperado a vinda do ex-governador Geraldo Alckmin (PSB), pré-candidato à presidência, na chapa com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Mas, na última semana, o ex-tucano foi diagnosticado com Covid-19. Assim, como Temer, ele estava agendado para visitar Goiás no próximo dia 20. A decisão de cancelar o evento ocorreu na última sexta-feira, 6. Já Temer, além dessa data, no dia 21 receberia a Comenda do Mérito do Comércio (considerado a maior honraria do segmento no Estado) e seria homenageado na Câmara Municipal de Aparecida de Goiânia. 

Neste dia, estava prevista ainda visita à Associação Comercial, Industrial e Serviços de Goiás (Acieg), onde tomaria café da manhã, logo depois, se encontraria com familiares do ex-prefeito de Goiânia, Iris Rezende. Para encerramento, ele ministraria uma palestra sobre constituição e harmonia entre instituições na Ordem dos Advogados do Brasil seção Goiás (OAB-GO). Até o momento não foi divulgado o motivo do adiamento da agenda e nem possíveis datas para a visita.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.