“Precisamos lutar pela valorização dos profissionais e acadêmicos e buscar melhor infraestrutura”, diz novo reitor da UEG

Antônio e demais gestores escolhidos serão empossados em agosto para um mandato que se estenderá até 2025

Escolhido como novo reitor da Universidade Estadual de Goiás nesta terça-feira, 29, com 30,07% dos vitos, o professor Antônio Cruvinel Borges Neto conta ao Jornal Opção que seu principal objetivo é buscar estabilidade à universidade. “Vamos fazer um planejamento estratégico contenha a visão de curtíssimo, curto, médio e longo prazo para esses quatro anos de gestão”, resume Antônio.

Eleito em um processo que ocorreu de forma virtual na última quarta-feira, 24, e contou com a participação de estudantes, docentes e técnicos-administrativos da universidade, o novo reitor toma posse em agosto. Apesar das grandes metas, Antônio não esconde os grandes desafios que vêm pela frente.

“Precisamos lutar pela valorização dos profissionais e acadêmicos, buscar melhor infraestrutura e outros problemas estruturais”, afirmou. Para isso, ele conta que serão buscados novos aportes financeiros, para que as demandas possam ser atendidas com mais agilidade.

Devido às demandas imediatas, não há a previsão para a abertura de novos cursos. Atualmente, a instituição conta com quarenta cursos de ensino superior, entre Licenciatura, Bacharelado e Superior em Tecnologia. “Nesse momento, precisamos estabilizar a universidade para que ela possa oferecer com qualidade os cursos que já temos”, explica Antônio.

Na lista de dificuldades, a pandemia se mostra como um desafio a mais a ser enfrentado. Assim, planejar uma volta às aulas responsável é uma das principais metas estabelecidas e que será inclusa no planejamento estratégico, de acordo com o reitor eleito. “Como universidade, temos uma responsabilidade social de não correr o risco. Apesar do semestre começar apenas em setembro, avaliaremos durante esse período se poderemos voltar presencialmente ou não. A maior parte dos nossos alunos está na faixa etária entre 18 e 25 anos e ainda não foram vacinados”

“Temos uma serie de planejamentos. A ideia é que nosso plano de gestão seja implementado e cada vez mais conseguirmos lutar por uma universidade melhor”, declarou o reitor eleito. Antônio ainda fez questão de agradecer à comunidade acadêmica pelos votos e ao governo estadual pela celeridade no processo e pelo respeito à autonomia da instituição.

Cruvinel ingressou na Universidade Estadual de Goiás em 2010 e, desde então, dirigiu a unidade de Trindade por dois mandatos. O mandato dos gestores empossados é de quatro anos e seguirá até 2025. Além do novo reitor, também foram escolhidos os nomes que irão dirigir os institutos acadêmicos da universidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.